Untitled Document

 

 

 

 

 

26/07/2015 às 23h13min - Atualizada em 26/07/2015 às 23h13min
Pe. Josafá Firman - União da Vitória(PR)
Tamanho da Fonte    A- A+

Reflexão: 9º Domingo depois de Pentecostes (26/07/2015).!
9ª Неділя по Зіслання Святого Духа .! Leituras: 1Cor. 3, 9-17; Mt. 14, 22-36.

Слава Ісусу Христу! – Слава на Віки!
Louvado Seja o Nosso Senhor Jesus Cristo! – Para Sempre Seja Louvado!

9º Domingo depois de Pentecostes ou da vinda do Divino Espírito Santo.
9ª Неділя по Зіслання Святого Духа.

Caros Irmãos e Irmãs em Cristo Jesus! O Evangelho da Liturgia deste final de semana, o 9º Domingo depois e Pentecostes, nos narra Jesus Cristo caminhando sobre as águas ao encontro dos apóstolos, depois de passar horas e horas em oração e em comunhão íntima com o seu Pai do céu. Com isso, Jesus ensina para os seus apóstolos e hoje, para cada um de nós cristãos, a necessidade e o grande valor da oração e do contato íntimo com Deus, bem como também da necessidade e do grande valor da fé e da confiança em Deus para que possamos, assim, agir e viver segundo os desejos de Deus.
A mensagem principal: com fé viva, onde não se duvida do poder de Jesus e da Sua presença contínua na Igreja, não há perigo de naufrágio, porque a mão do Senhor estende-se invisivelmente para salvar a barca da Igreja e cada cristão em particular.
Também, São Paulo, na Carta aos Coríntios destaca a oração, a fé, a confiança e a necessidade de sermos colaboradores de Deus. São Paulo afirma ainda que nós somos templos vivos de Deus e que o Espírito de Deus habita em nós e “se alguém destrói o templo de Deus, Deus o destruirá, porque o templo de Deus, que sois vós, é sagrado.” (1Cor. 3,16-17). Portanto, o nosso corpo, a nossa vida é casa ou moradia de Deus.
O Evangelho deste Domingo nos convida a que tenhamos fé firme em Jesus Cristo, Filho de Deus e nosso Salvador! Nesta nossa peregrinação podemos passar por tantas provações, dificuldades, mas Cristo nos toma pela mão e nos salva de tudo.
Procuremos fazer, no dia a dia de nossos vidas, com o nosso corpo possa ser digno de ser moradia de Deus através do seguimento a Jesus, buscando sempre fortalecer, através da oração, a nossa fé e a nossa confiança para que possamos ser, assim, verdadeiros e autênticos colaboradores da grande obra de Deus que é e implantação e concretização do Reino de Deus no mundo. Deus conta com a colaboração de cada um de nós. Jamais nos esqueçamos disso.
Que o Dia do Senhor nos faça refletir sobre as nossas responsabilidades em relação ao mundo e às pessoas e que a celebração da Divina Liturgia nos torne fortes na fé e no testemunho cristão!

“Descestes do alto, ó misericordioso, e aceitastes permanecer por três dias no sepulcro, para nos libertar do sofrimento. Glória a Vós, Senhor, nossa vida e ressurreição!”. (Tropárion dominical, melodia 8)

“Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo! Quando ressuscitastes do sepulcro, levantastes convosco os mortos e destes nova vida a Adão. Eva exulta com a vossa Páscoa, e o universo inteiro rende glórias à vossa ressurreição, Senhor pleno de misericórdia!”. (Kondákion dominical, melodia 8)

“Coragem! Sou Eu. Não tenham medo!”
“Salva-me Senhor”

Neste nono domingo depois de Pentecostes o Evangelho de São Mateus nos apresenta o episódio de Jesus e São Pedro andando sobre as águas. Os apóstolos, que se encontram na barca no meio do lago, altas horas da noite e, de repente, alguém se aproxima, caminhando sobre as águas. Eles ficaram apavorados pensando que era um fantasma. Jesus logo se identificou: “não tenhais medo, sou eu”. O apóstolo São Pedro então disse: “Mestre se és tu faze com que eu chegue até ti, sobre as águas”. E Jesus lhe disse: “venha Pedro”. E ele começou a andar sobre as águas sem temor, mas logo o vento soprou forte e ele começou a afundar na água e gritou: “Senhor salva-me”. E Jesus tomando-o pela mão lhe disse: “Homem de pouca fé porque duvidaste?” E São Pedro fez a grande confissão: “Verdadeiramente tu és o Filho de Deus”.
Caros irmãos e irmãs, a vida do cristão é uma contínua luta, às vezes marcada pelo desânimo, pelo medo, pelo cansaço e pelas tempestades do dia a dia. No entanto somos chamados a ter fé em Jesus Cristo, porque a luta sem a sua presença se torna muito difícil. Deus quer que lutemos sem perder a confiança nele. No fim, ele vem ao nosso encontro, porém o faz não como nós quereríamos. Tenhamos, então, coragem para sofrer e padecer, tendo a Jesus ao nosso lado. Ele nos oferece a sua mão para não afundarmos e fala para nós: “Homem de pouca fé, confia mais em mim”.
No final temos a confissão de São Pedro: “Tu és verdadeiramente o Filho de Deus”. Sempre que participamos da Divina Liturgia, somos chamados a renovar a nossa fé, a exemplo de São Pedro, digamos hoje, através da nossa oração e dos cantos, Jesus Cristo Tu és verdadeiramente o Filho de Deus. Nós confiamos em Ti. Nós cremos que estás sempre ao nosso lado nas lutas do dia a dia. Participemos, portanto, com fé e disposição da Divina Liturgia, para glorificarmos o nosso Deus Trinitário.

“Agora e sempre e por todos os séculos dos séculos. Amém! Ó mãe de Deus, Soberana eleita, os vossos servos, libertos do pecado, cantam a Vós hinos de gratidão e triunfo, Vós que sois a força invencível, guardai-nos de todas as aflições, para que possamos saudar-vos: Salve, Virgem pura!”. (Theotókion dominical, melodia 8)

“Confiança, sou eu, não temais” ou “Coragem! Sou Eu, não tenham medo!”

“A minha alegria está em Deus e o meu ardor vai para Ele, porque Ele é o meu amparo. Revelou-se na Sua simplicidade, e a Sua benevolência apequenou para mim a Sua grandeza. Fez-se semelhante a mim para que eu O recebesse; Fez-se semelhante a mim para que eu O possuísse. Ao vê-lo, não temi, porque Ele é a minha misericórdia. Tomou a minha natureza para que eu O compreenda e o meu rosto, para que não me afaste dEle. O pai do conhecimento é o Verbo do conhecimento. Ele, que criou a sabedoria, é mais sábio do que as Suas criaturas. Ele, que me criou, sabia antes de eu ser aquilo que eu faria quando existisse. E, por isso, apiedou-se na Sua misericórdia, permitiu que eu reze e que partilhe do Seu sacrifício. Sim, Deus é incorruptível. Ele é a plenitude dos mundos e o seu Pai. Manifestou-se aos seus, para que conheçam Aquele que os criou e não imaginem a sua origem provindo de si próprios. Abriu caminho ao conhecimento, e alargou-o, prolongou-o e conduziu-o à Sua perfeição. Nele infundiu as marcas da Sua luz e os Seus traços, do princípio ao fim, pois é a Sua obra. Pôs no Filho a Sua complacência. Pela Sua salvação, exercerá a Sua onipotência e o Altíssimo será conhecido pelos santos: Para anunciarem àqueles que cantam a vinda do Senhor, a fim de que vão ao Seu encontro e Lhe cantem com alegria.” (São Pedro Crisólogo (cerca de 406-450), bispo de Ravena, Sermão 50).

“Rezai e rendei louvor ao Senhor, nosso Deus!” (Sl 76,12). “Deus se fez conhecer em Judá, seu nome é grande em Israel!” (Sl 76,2). (Prokimenon dominical, Melodia 8)

“Vinde, cantemos com alegria ao Senhor, aclememos a Deus, nosso Salvador!” (Sl 95,1). “Apresentemo-nos diante Dele com louvores e cantemos-lhe alegres câbticos!” (Sl 95,2). Louvai o Senhor no céu, louvai-o nas alturas!” (Sl 148,1). (Aleluia e Salmo de Comunhão, Melodia 8)

Participemos com muita devoção, alegria e fé da Divina Liturgia, para que juntos possamos professar a mesma fé em Cristo Jesus, como Salvador, na unidade realizada pelo Espírito Santo para glória de Deus Pai.
Desejamos a todos um abençoado domingo e que a proteção de Deus esteja com todos nós durante este domingo e durante toda semana que hora iniciamos. Que a luz de Cristo brilhe para todos nós nesta próxima semana. Na paz do Senhor e em Cristo.

Слава Ісусу Христу! – Слава на Віки!
Louvado Seja o Nosso Senhor Jesus Cristo! – Para Sempre Seja Louvado!

Fonte: Site Ecclesia Brasil.

Elaborado pelo Pe. Edison L. Boiko – Pinheirinho – Curitiba/PR.
Editado, complementado e postado pelo Pe. Josafá Firman – União da Vitória/PR.



Link desta Notícia - Espalhe por ai.
   Compartilhar essa Notícia:




  #Veja mais Posts do Blog
31/07/2015 - Reflexão: 10º Domingo depois de Pentecostes (02/08/2015).!
26/07/2015 - Reflexão: 9º Domingo depois de Pentecostes (26/07/2015).!
19/07/2015 - Reflexão: 8º Domingo depois de Pentecostes (19/07/2015).!
19/07/2015 - Reflexão: Dia de São Valdomiro, o Grande (15/07) e de Santa Olga (11/07). (15/07/2015).!
10/07/2015 - Reflexão: 7º Domingo depois de Pentecostes (12/07/2015).!
10/07/2015 - Reflexão: 6º Domingo depois de Pentecostes (05/07/2015).!
29/06/2015 - Reflexão: Festa dos Santos Apóstolos São Pedro e São Paulo (29/06/2015).!
26/06/2015 - Reflexão: 5º Domingo depois de Pentecostes (28/06/2015).!
26/06/2015 - Reflexão: Festa da Natividade de São João Batista (24/06/2015).!
20/06/2015 - Reflexão: 4º Domingo depois de Pentecostes – Domingo de Todos os Santos da Nação Ucraniana (21/06/2015).!
 
 

www.radios.com.br

   

 
   
© 2011/13 - Todos os direitos reservados - Criação /Streaming /Hospedagem: www.agenciapremium.com